?

Log in

Previous 10

25th Jul, 2008

aninha

Writer's Block: Your First Record

What was the first music album you ever bought or owned? Do you still listen to it or have you moved on?

My first music album was the debut album of Spice Girls. Yes, I still listen them, Spice Girls reminds me good moments in my life! :)
paradise

we are the champions, my friends, cause we'll keep on fighting till the end

Boas notícias, boas notícias! :)

Passei pra UFRJ no início do ano, tô muito empolgada com a carreira e, óbvio, sem tempo. Mas isso é bom, muito bom!

Feliz! :)

24th Jun, 2007

aninha

stop right now, thank you very much

Talvez uma das minhas aparentes virtudes seja a minha paciência. Sim, você leu certo, é aparente mesmo. E ninguém percebe porque eu realmente conto muitas vezes antes de estourar com alguém. Mas, não se preocupem, não é com todos que eu sou assim e nem é qualquer atitude que me faz "perder a linha". Certamente, o caso que mais me irrita é quando tentam me agradar só pra tentar conseguir alguma coisa. ¬¬

Cansei. Chega. Esgotou.
E isso vale pra muitas outras coisas.

15th Jun, 2007

aninha

broken promises left me here

De volta.

Fiquei tão estressadinha hoje! ¬¬' Mas passou...
Ando tão estranha... e não passou!

Ó céus, ó vida, ó tempestade!
*bancando o Hardy Har Har*

21st Jan, 2007

abs

here i am once again

Como pretendo postar com mais freqüência aqui, apaguei muitos posts. Os que se foram, falavam de momentos ruins da minha vida e denotavam muita angústia. Mas, os fatos contidos neles não deixaram de povoar a minha memória.

Bem, vamos ver o que segue de agora em diante. ;)

5th Mar, 2006

aninha

it's so hard to stand your ground when you're so afraid

Por anos, vivi tranquilamente, apesar dos problemas ao meu redor. Tinha algo que me sustentava: a certeza de um futuro melhor. É, eu tinha a certeza que tudo aquilo iria mudar e que não faltava muito. Os anos iam passando, a vida ia passando e a situação era a mesma. Eu contava os dias pra chegar a hora em que veria o mundo de outra maneira.

Mas, já dizia o ditado, a vida não é um mar de rosas. Ninguém está preparado pra perder, ninguém. Nem aquele que se julga o mais forte, nem o mais despretensioso, ninguém. E o que eu perdi? O rumo da minha vida. Talvez isso seja uma questão existencial, embora eu sempre tivesse várias e elas nunca tivessem afetado a minha vida.

Hoje é um domingo. É uma tarde estranha, nem o dia sabe como está. Ora fica claro, ora escurece. Um feriado longo termina e, talvez, boa parte dessa, digamos, melancolia ocorre porque as coisas irão recomeçar. Eu disse recomeçar? Só se for na teoria, porque, na verdade, elas nunca acabaram. E lá se vão três anos nessa história: a vida estagnada, os anos correndo e a sua visão de mundo mudando.

É, eu sei que não sou a única a ter problemas. Mas, diferente de boa parte dos mortais, eu não consigo parar de pensar neles. Se for egoísmo, pois bem, sou egoísta. Nunca reparou nisso? Porque eu disfarço muito bem o que sinto, sou capaz de sentir uma dor e sorrir como se tivesse ganho na loteria. Dissimulação? Talvez. E isso não é de todo ruim.

Chega um momento na sua vida em que você depara com certas situações. E é nessas horas que você percebe que tem o poder de ser tudo aquilo o que quer. Não, isso não é manipular as pessoas, é auto-defesa. É a lei do mundo em que vivemos. E não tem como se manter a eterna sonhadora romântica dos contos de fada. A verdade é que nada cai do céu, o mundo não é perfeito e as pessoas estão, sim, sempre querendo te passar a perna.

As pessoas se ocupam com suas vidas. E eu, me ocupo com o quê? Com o que eu perdi, com o que eu deixei de fazer, com aquilo que eu não vivo? Estou farta das pessoas me dizerem coisas que eu devo fazer, estou cansada de ser vista como uma coitadinha. Droga, eu não sou uma coitadinha! Nem faz o meu gênero.

Então, pras pessoas que eu cometi algum erro, sinceras desculpas. Se alguém achar algo pessoal nestas linhas, saibam que isso é uma reclamação com apenas uma pessoa: eu mesma. Porque não há ninguém mais culpado dentro desta mente que eu mesma.

26th Jan, 2006

aninha

you can be all that and still can be who you are

Eita, perdida de novo... Portanto, de volta aos posts. Aproveitei pra mudar algumas coisas por aqui, deixar mais parecido com esse momento.

Tô afim de dar uma revirada na minha vida. Alguém sabe como? =P

(novo endereço de fotolog no menu ao lado)

27th May, 2004

aninha

baby can't you see?

Ultimamente, tenho sentido que as pessoas não me notam mais. Sei lá, é triste isso.

13th Apr, 2004

abs

you DON'T have reasons to be jealous!


Pura verdade!

16th Mar, 2004

abs

everyday is so wonderful and suddenly is hard to breathe

Frase do dia: "Inválidos são aqueles que, de plena posse de todos os seus movimentos, mantém a vida paralítica dentro de si e só pensam em paralisar a vida dos outros!"

Perfeita para certas pessoas!

x-x-x-x-x-

Estou controlando a minha revoltas com as opiniões alheias. Afinal, o que elas são? Apenas o que os outros pensam. E o que os outros pensam não diz respeito a mim. Diz respeito a o que eles acham de mim. Ser é MUITO diferente de supôr/achar...

Previous 10